CODERN garante a normalidade da operação da CMA CGM, informa melhorias no Porto de Natal e explica redução na movimentação do primeiro semestre

O Diretor-Presidente Substituto da Companhia Docas do RN (CODERN), Ulisses Danilo Silva Almeida, e o Diretor Técnico-Comercial, Francisco Mont’Alverne Pires, se reuniram virtualmente na tarde desta quarta-feira (14) com o Secretário Estadual de Agricultura, Guilherme Saldanha; com o presidente da Federação de Agricultura e Pecuária do RN, José Vieira; e com o Presidente do Comitê Executivo de Fruticultura do Rio Grande do Norte (Coex-RN), Fábio Queiroga.

Em seguida, os dirigentes da CODERN também dialogaram com representantes dos Sindicatos dos Conferentes, dos Estivadores e dos Arrumadores.

O objetivo das reuniões foi informar as melhorias que foram realizadas e que estão em andamento no Porto de Natal, além de garantir a continuidade das operações da CMA CGM, bem como do seu operador portuário (PROGECO), a qual realizou investimentos importantes, como o aluguel do scanner de contêineres e a manutenção e aquisição de novas máquinas de operação, já em utilização.

A CODERN aproveitou para esclarecer a redução de 21,23% na movimentação geral do primeiro semestre de 2021, quando comparado ao mesmo período do ano passado, tendo em vista o cancelamento da atracação dos navios da CMA CGM, entre final de janeiro e março, devido a impossibilidade do operador portuário (PROGECO) em carregar os contêineres nos navios, por causa das avarias de suas máquinas. Também teve impacto no resultado, as reduções na importação de trigo e nas operações de abastecimento da Ilha de Fernando de Noronha, em decorrência da pandemia.

Ainda foi informado nas reuniões o sucesso que vem sendo a utilização do sistema de agendamento, com dia e hora, das carretas que entram no Porto, facilitando o fluxo, evitando engarrafamentos na Ribeira e proporcionando menos transtornos a todos os envolvidos. Essa questão vai ser ainda melhorada quando entrar em funcionamento o Pátio de Triagem, que se encontra em processo de tramitação, para uma parceria com a iniciativa privada.

A Diretoria da CODERN informou, ainda, que o Porto de Natal reúne atualmente as condições necessárias para atender a atual demanda da carga de frutas, sem a necessidade de instalação do chamado Porto Seco.

Por fim, a CODERN recebeu o reconhecimento do presidente da Coex-RN pelos esforços, empenho e melhorias realizadas no Porto de Natal.

Reunião da CODERN com Guilherme Saldanha, José Vieira e Fábio Queiroga

Reunião da CODERN e Sindicatos