Arquivo da tag: Porto de Natal

Porto de Natal lidera exportação de frutas no Nordeste

O Porto de Natal liderou a exportação de frutas no Nordeste em 2017 e superou até mesmo o Porto de Pecém, no Ceará. Pelo Porto da capital do Rio Grande do Norte, um total de 236,6 milhões de dólares foram exportados em frutas, enquanto o Porto do Estado cearense movimentou R$ 132,8 milhões de dólares.

Responsável pelo Porto de Natal, a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) destaca que o recorde se deve ao empenho dos funcionários e a implantação de uma nova linha semanal da CMA-CGM de Natal para Algeciras (Espanha), passando também por Rotterdam (Holanda), ambas na Europa.

“Em primeiro lugar nós devemos essa conquista aos nossos funcionários, que mesmo em um cenário de crise econômica, demonstram mais uma vez a capacidade de superação e com empenho nos fazem chegar a esses ótimos números. E depois, a nova linha semanal da CMA-CGM, como uma prova de confiança conosco”, afirmou Emerson Fernandes, Diretor-Presidente da CODERN.

O Porto de Natal atualmente é reconhecido pela agilidade na movimentação de cargas, excelente posição geográfica e as águas calmas do Rio Potengi.

IMG_6766

CODERN estima que Cruzeiro Seabourn Quest pode ter movimentado até R$ 300 mil na economia local

O início da nova temporada de Cruzeiros do Porto de Natal aquece a economia local e é considerada importante pelo comércio nesse momento delicado de crise que se atravessa. A Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) estima que o Seabourn Quest possa ter deixado até R$ 300 mil, já que os turistas fazem passeios turísticos e compras, além de visitar shoppings e restaurantes. É uma média de gasto de R$ 200 dólares por passageiro.

Os 428 passageiros da embarcação de luxo de 32.000 toneladas cúbicas de espaço, distribuídas por 198m de comprimento e 28m de largura, em 15 decks de acesso público, chegaram às 07:30 e deixaram a cidade às 17h15 desde sábado (18), após partiram de Miami (EUA), passarem pela Guiana Francesa e chegarem ao Brasil pela capital do RN. A próxima parada é em Recife (PE).

Os passageiros estão distribuídos em 225 amplas suítes de luxo, das quais 202 têm varanda e sete têm acesso facilitado para cadeiras de rodas. O navio dispõe de seis bares e salões para serem aproveitados a bordo, assim como um centro de fitness, salão de shows, piscinas, saunas, e uma marina retrátil que permite os hóspedes nadarem, praticarem o snorkel, windsurf, caiaque, ou ski aquático, sem terem que se ausentar do navio.

A Previsão da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) é receber 10 Cruzeiros na nova temporada e o próximo está programado para 30 de novembro.

Foto: Durval Ribeiro/Superservice

IMG_1462

Exposição do Museu marca os 85 anos do Porto de Natal

O Jornalista Aproniano César Fagundes Soares, Diretor e Idealizador do Museu do Porto de Natal, realizou até esta quinta-feira (19), uma exposição no Palácio dos Esportes em alusão aos 85 anos do Porto de Natal, criado em 21 de outubro de 1932, por Getúlio Vargas, à frente do Governo Provisório da República dos Estados Unidos do Brasil. O acervo conta com 4.216 recortes em 352 cartazes de matérias publicadas em jornais ao longo do tempo.

Na tarde de hoje (19), o Presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), Emerson Fernandes Daniel Júnior, prestigiou a exposição, ao lado do Diretor Administrativo e Financeiro, José Adécio Filho.

Emerson elogiou o trabalho voluntário e sem fins lucrativos do jornalista Aproniano César. “A história do Porto de Natal e da nossa Companhia Docas está no Museu do Porto de Natal, que merece nossos aplausos e reconhecimento. É uma dedicação espontânea de muitos anos do jornalista Aproniano e conta com a gratidão de toda a CODERN”, afirmou Emerson.

Museu do Porto de Natal

Foi fundado em 27 de agosto de 2004, pelo Jornalista Aproniano César Fagundes Soares, pesquisador da história do Porto de Natal desde 1972, pioneiro em colunas portuárias com experiências nos jornais Tribuna do Norte, Diário de Natal, Jornal de Natal e Jornal de Hoje. Inicialmente funcionava na Esplanada do Jardim, Ribeira, sendo transferido para o Mercado de Petrópolis, onde recebe cotidianamente estudantes de ensino fundamental, ensino médio e universitários.

Emerson, Aproniano César e Adécio Filho