Presidente da CODERN conclama classe política e empresarial para se unir pelos Portos do RN

O Diretor-Presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), Emerson Fernandes Daniel Júnior, foi entrevistado nesta terça-feira (27) pela jornalista Anna Ruth Dantas, no Programa Nordeste Acontece, da Band Natal, onde apresentou um prognóstico do balanço nas movimentações dos Portos em 2016 e a expectativa para 2017, disse que a estatal sofre com os efeitos da crise e pediu união pelos Portos.

“Temos melhorado de maneira significativa a nossa movimentação, tanto no Porto de Natal como no Terminal Salineiro de Areia Branca, porém também sofremos com efeitos da crise, pelo fato de desde 2014 o Governo Federal não repassar os valores previstos em orçamento para a CODERN. Em 2014 recebemos apenas R$ 5.600,00 para investimento, no ano seguinte R$ 95 mil de R$ 40 milhões que estavam previsto e 2016 será semelhante ao ano anterior, pois recebemos um restos à pagar do ano de 2011”, relatou Emerson.

Ao final da entrevista, o dirigente da CODERN conclamou toda a classe política e empresarial do Rio Grande do Norte para se unir em torno dos Portos: “É preciso que todos abracem os Portos e valorizem, pois eles representam desenvolvimento. Um Porto fraco é um Estado fraco, e aqui nós temos um equipamento de suma importância para a economia do país, que é o Terminal Salineiro de Areia Branca”.

z