Portos do RN participam de ação federal para combater o Aedes Aegypti

O ministro Helder Barbalho, da Secretaria de Portos da Presidência da República (SEP), decidiu enviar nesta segunda-feira (01/02) ofício a todos os portos do Brasil e entidades representativas do setor portuário pedindo maior rigor no combate aos criadouros do mosquito Aedes Aegypti, vetor de transmissão das doenças dengue, zika e chikungunya, entre outras.

O ministro Helder Barbalho inicia na próxima segunda-feira, dia 15/02, um tour pelos portos brasileiros para acompanhar pessoalmente as ações de combate à propagação do mosquito. O primeiro porto a receber a visita de Helder Barbalho será o do Rio de Janeiro, na segunda-feira, dia 15/02. O segundo porto será o de Belém, no dia 16/02. O ministro supervisionará ações de limpeza do terreno e de esclarecimentos sobre o ciclo reprodutivo do Aedes Aegypti, bem como as doenças que ele causa aos trabalhadores e servidores portuários. Nessa atividade a Secretaria de Portos contará com a ajuda de vários ministérios.

O combate ao mosquito já é uma ação feita rotineiramente nos portos brasileiros, inclusive, nos Portos do Rio Grande do Norte, quando constantemente fiscais da Anvisa são acionados para realizar inspeções, além da Coordenadoria de Meio Ambiente da própria Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) realizar um programa de controle e monitoramento de vetores, com aplicação de inseticidas em prédios e áreas adjacentes.

z