CODERN discute com fruticultores logística para aumentar exportação na nova safra

Em agosto começa a nova safra de frutas no Rio Grande do Norte e consequentemente uma maior movimentação do produto no Porto de Natal, via de escoamento por meio da exportação. Pensando em superar os números da exportação da safra anterior, a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), responsável pelo Porto de Natal, se reuniu ontem (25) com fruticultores.

Na reunião que também teve a participação dos operadores portuários e despachantes, foi discutida uma logística para ampliar e fazer crescer ainda mais a exportação de frutas no Rio Grande do Norte.

“Na safra anterior, exportamos 241 mil toneladas de frutas. Nossa expectativa agora é superar esse número que já vem de uma crescente dos anos anteriores. Para isso, reunirmos todos os envolvidos no processo da exportação do produto e discutimos a logística detalhadamente”, comentou Hanna Yousef Emile Safieh, Presidente interino da CODERN.

Vale ressaltar que a Gerência de da unidade de Gestão Estratégica do Sebrae-RN, divulgou em 14 de julho último, um superávit de U$S 36,7 milhões na balança comercial do Estado, sendo o melão o segundo item mais exportado no mês de maio, totalizando US$ 13,6 milhões comercializados. O Resultado é o melhor desde 2012 quando o saldo acumulado no mesmo intervalo ficou em US$ 21,5 milhões.

Foto: Divulgação/Ilustração

z