Arquivos da categoria: Noticias

Chamamento Público para Comitê de Auditoria

A Companhia Docas do Estado do Rio Grande do Norte (CODERN) torna de conhecimento público o presente chamamento para selecionar 01 (um) profissional para compor seu Comitê de Auditoria Estatutário, instituído para cumprimento do artigo 9º, inciso III da Lei nº 13.303/2016.

Seguem os seguintes anexos:

Nota à Imprensa

Natal, 05 de setembro de 2019

Nota à imprensa

A Polícia Federal (PF) realizou uma apreensão de drogas no Porto de Natal, nesta quinta-feira (05), reafirmando a eficiência do trabalho em conjunto entre a PF, a Receita Federal e a Guarda Portuária da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN). Ressalta-se que o entorpecente foi detectado acondicionado no contêiner de sal empacotado, que não foi inserido dentro da área portuária.

Entre os focos, a Diretoria da CODERN estabeleceu como uma de suas prioridades de gestão o aprimoramento na segurança do Porto de Natal de forma a recuperar a certificação do Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS CODE) e obtenção de um scanner.

Enfatiza-se, ainda, que tem sido recorrente a apreensão de drogas nos Portos do Brasil.

Companhia Docas do Rio Grande do Norte

Nota aos Funcionários da CODERN 

Nota aos Funcionários da CODERN

A Diretoria da CODERN informa aos seus empregados que, na reunião do CONSAD nº 657, foi aprovada a aplicação da recomposição da remuneração dos dirigentes no percentual de 4,07%. Essa recomposição, que difere dos demais funcionários da CODERN, segue a temporalidade estabelecida pela SEST, conforme o Ofício nº 109/2019/CGGOV-SEST/MP, e ocorre quando o governo federal autoriza, por meio do Ministério da Economia.

Importante esclarecer que a última recomposição da remuneração dos dirigentes foi realizada no ano de 2014, referente ao ano de 2013. A partir de então, não foram mais concedidas recomposições aos dirigentes, acumulando uma perda de 28,45% até maio de 2018 (INPC).

Com relação aos empregados da CODERN, cabe ressaltar que os mesmos têm tido recomposições frequentes, cujo somatório referente ao período de 2014 a 2018 (ACT 2013/2014 até o ACT 2017/2019), totalizou uma recomposição da remuneração de 34,77%.

Ressalta-se, ainda, que o percentual de 4,07% será pago na rubrica de Remuneração Variável e está atrelado às metas de gestão, que não são atingidas desde 2018.

Natal/RN, 02 de setembro de 2019.