Arquivo do autor:Assessoria Comunicação

Novo presidente pede união e otimismo aos servidores da CODERN

Empossado na Presidência da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) na última sexta-feira, 29 de junho, Fernando Dinoá se reuniu com os servidores da sede na tarde desta quinta-feira (05), ao lado dos demais diretores, José Adécio Filho (Administrativo e Financeiro) e Emiliano Rosado (Técnico-Operacional), além do antecessor na presidência, o engenheiro Emerson Fernandes. Aos três fez agradecimentos em público que foram estendidos a todos os servidores, pela disponibilidade em repassar as informações necessárias ao andamento de sua gestão.

Fernando fez um histórico de sua trajetória profissional aos novos colegas de trabalho, pedindo a união de todos. “Nós precisamos caminhar todos juntos de mãos dadas, pelo fortalecimento e crescimento da CODERN, essa empresa que tem os seus desafios, mas também seus pontos positivos e uma grande importância para a economia do Rio Grande do Norte. Vamos olhar para o futuro, com otimismo, união, determinação, superando as dificuldades e alcançando juntos o mesmo objetivo”, enfatizou Dinoá, Graduado em Formação Executiva, tendo sido o Aluno Laureado de sua turma na UnP, além de ser Pós-Graduado em Gestão Financeira de Empresas (UnP).

Fernando demonstrou uma disposição de diálogo permanente com os servidores, destacando o princípio da igualdade: “Meu tratamento com todos os funcionários é por igual, independente de função ou cargo ocupado por cada servidor. E cada um tem sua importância e contribuição para a CODERN. E estamos abertos a ideias e projetos”.

Por fim homenageou o servidor Antônio Francisco da Silva, atual Gerente de Planejamento e Orçamento, que colabora com a CODERN há 48 anos, sendo o servidor decano.

Reunião de Dinoá com Servidores

Dinoá ao lado de Emerson, Emiliano e Adécio Filho

Fernando Dinoá é o novo presidente da Companhia Docas do RN

O Conselho de Administração (CONSAD) da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) elegeu e empossou o novo diretor-presidente da empresa pública no final da tarde desta sexta-feira (29), após indicação referendada pelo Ministério da Casa Civil.

Com mais de 30 anos de experiência na indústria do petróleo, atuando nos segmentos de upstream e downstream, Fernando Dinoá Medeiros Filho trabalhou como Executivo da Petrobras durante 16 anos (1984-2000) e em outros seis anos (2000-2006) também exerceu a mesma função na AleSat Combustíveis (ALE), onde exerceu diversas funções gerenciais. É empresário há 12 anos e também presidiu a Potigás (Companhia Potiguar Gás) entre Janeiro de 2012 e outubro de 2013.

A posse de Dinoá ocorreu na sala da Presidência da CODERN, sob o comando de Reginaldo Lafayete da Silva Abreu, representante do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil e Presidente do CONSAD, ao lado dos demais conselheiros: Gustavo Adolfo Andrade de Sá, Mauro de Moura Magalhães, Daniel Faria de Paiva, Airton Paulo Torres e Paulo Machado da Fonseca Júnior. Também estavam presentes, a esposa do novo presidente, Kely Regina das Chagas Medeiros, os outros dois diretores da Companhia: José Adécio Filho (Administrativo e Financeiro) e Emiliano Rosado (Técnico-Comercial), além do representante do Porto de Maceió, o assessor jurídico Rogério Melo.

Dinoá, que tem em seu currículo a Graduação em Formação de Executivos (UnP), tendo sido o Aluno Laureado de sua turma, além de ser Pós-Graduado em Gestão Financeira de Empresas (UnP), afirmou que vai tomar as medidas gerenciais necessárias pela estabilidade financeira da CODERN.

“É uma missão de grande responsabilidade, pela importância dos Portos para o desenvolvimento econômico. Assumo e abraço esse desafio profissional afirmando que vamos buscar receitas e equilibrar as despesas da CODERN”, afirmou o novo presidente, ressaltando que sua gestão terá uma ampla comunicação interna e externa dos seus atos. “E adianto que as portas da minha sala estão abertas aos servidores e à sociedade”, finalizou.

O novo presidente Fernando Dinoá e o presidente do CONSAD, Reginaldo Lafayete

José Adécio Filho, Fernando Dinoá e Emiliano Rosado

Diretores, Conselheiros e esposa do novo diretor

CODERN deixa de ser ‘Sociedade de Economia Mista’ e passa a ser ‘Empresa Pública’

A União passa a deter de 100% do capital social da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), que administra o Porto de Natal, Terminal Salineiro de Areia Branca e Porto de Maceió. A decisão ocorreu nesta quinta-feira (21), em Assembleia Geral Extraordinária transcorrida na sede da empresa.

Com isso, a CODERN deixa de ser uma ‘Sociedade de Economia Mista’ e passa a ser uma ‘Empresa Pública’. Na reunião, a União foi representada por Milton Bandeira Neto, Procurador da Fazenda Nacional. Já a Companhia estava representada pelo seu Diretor-Presidente Interino, José Adécio Costa Filho e pela Gerente Jurídica, Mariana Fernandes Cabral, designada para secretariar os trabalhos.

José Adécio Filho explicou os benefícios para a Companhia com a mudança. “Com a União sendo o acionista único e controlador da CODERN, passamos a ter um processo decisório mais fácil e ágil. E ao mesmo tempo o Governo Federal fica com a responsabilidade ainda maior”, destacou o Diretor-Presidente Interino, destacando ainda que a medida trará uma economia anual de R$ 100 mil, já que os conselheiros representantes dos acionistas externos serão destituídos dos Conselhos.

Entenda:

O que é uma empresa com Sociedade de Economia Mista?

É uma empresa constituída por capital público e privado, sendo a parte do capital público maior, pois a maioria das ações devem estar sob o controle do Poder Público.

O que é uma Empresa Pública?

É administrada exclusivamente pelo poder público, instituída por um ente estatal, com a finalidade prevista em lei e sendo de propriedade única do Estado. A finalidade pode ser de atividade econômica ou de prestação de serviços públicos.