Arquivo do autor:Assessoria Comunicação

Porto de Natal registra movimentação intensa de navios

Desde o último fim de semana, o Porto de Natal está utilizando todos os berços de atracação, inclusive, nesta terça-feira (16), atracou o “MS Pacific Princess”, um cruzeiro de propriedade da Princess Cruises, com 700 passageiros e 350 tripulantes vindos de Jamestown, Estado de Virgínia (EUA), para um dia de passeio na capital potiguar. O próximo destino é Fortaleza (CE).

Fotos: Canindé Soares

Porto de Natal dia 16 de abril

O navio oferece diversas opções gastronômicas, com destaque para o restaurante de especialidades italianas, que foi votado como um dos “Melhores Restaurantes de Especialidades de Cruzeiro”. Dispõe, também, de lojas, cassino, biblioteca, piscinas, SPA, espaços para a prática de esportes, teatro e academia.

Além do cruzeiro, estão atracados no Porto de Natal o “Cayene” da CMA CGM, que transportará contêineres refrigerados com frutas para a Espanha; e o “CBO Niterói”, que chegou no dia 06 de abril para realizar serviços de manutenção na embarcação. Ainda, o “MV Federal Elbe”, que trouxe trigo do Uruguai para o Moinho Dias Branco, e a Fragata Liberal da Marinha do Brasil, desatracaram nesta manhã. Sem falar nas várias rotas semanais de embarcações de pequeno porte para o abastecimento do Arquipélago de Fernando de Noronha (PE).

O “Cayene” é o segundo navio da CMA CGM, empresa francesa que opera no Porto de Natal e retomou as atividades depois de paralisação no mês de março, quando foi estabelecido um diálogo com a nova diretoria da CODERN.

Porto de Natal dia 15 de abril

Porto de Natal é o primeiro do Brasil a receber a Fragata “Liberal” após missão no Líbano

A Fragata “Liberal” da Marinha do Brasil atracou no Porto de Natal, nesta quinta-feira (11), após permanecer seis meses em missão pela Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL), onde conduziu operações de interdição marítima a fim de prevenir a entrada de armas não autorizadas no território, bem como qualquer material correlato, além de contribuir para o adestramento da Marinha Libanesa. A capital potiguar foi a primeira parada no Brasil.

O Diretor-Presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), Almirante Elis Treidler Öberg, acompanhou a chegada do navio ao som da Banda do Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal dando as boas-vindas. Após atracação, o Almirante foi recepcionado pelo Comandante, Capitão de Fragata Cláudio Henrique Teixeira Correia.

Alguns familiares aguardavam o desembarque dos militares que estavam a bordo, entre eles Natália Luna, namorada do Cabo Elielson Glaudeno. “Hoje fazemos dois anos e quatro meses de namoro. Fazia 14 meses que não nos víamos. A saudade é tanta que estou com ansiedade. Apesar de todas as batalhas, o amor sempre prevalece”.

A missão no Líbano ocorreu de 15 de setembro de 2018 a 15 de março de 2019, quando a Fragata “Liberal” foi substituída pela Fragata “União”, também da Marinha do Brasil. Após desatracar do Porto de Beirute, no Líbano, no dia 16 de março, a “Liberal” passou pelos portos de Valência (Espanha), Las Palmas (Espanha), chegando a Natal.

CMA CGM retoma operações no Porto de Natal

A atracação do navio “Marfret Guyane”, no Porto de Natal no último sábado (06), marcou a retomada das operações da CMA CGM no Rio Grande do Norte.

A empresa francesa de transporte marítimo tinha suspendido as atividades após a apreensão de drogas no mês de fevereiro deste ano, mas a nova diretoria da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN) estabeleceu um diálogo e adotou uma série de providências culminando para a volta da normalidade.

O diretor-presidente da CODERN, Almirante Elis Treidler Öberg, reafirma a importância desse retorno da CMA CGM: “É uma empresa de renome internacional, com um papel estratégico para a economia deste estado por transportar frutas a partir daqui para a Europa. Nós estaremos permanentemente dialogando com a empresa objetivando a permanência das operações”.

Um total de 326 contêineres foram movimentados no Porto de Natal do sábado até esta segunda-feira (08), com aperfeiçoamento dos critérios na segurança, desde o acesso de pessoas e das carretas ao monitoramento ampliado das câmeras de segurança.

Um Plano de Ação elaborado pela CODERN será executado, até o mês de novembro, com vários outros itens de segurança, quando ocorrerá uma vistoria. Assim, a diretoria espera recuperar a certificação do Código Internacional para Proteção de Navios e Instalações Portuárias (ISPS CODE).

A CMA CGM foi fundada em 1996 a partir da fusão da Compagnie Maritime d’Affrètement com a Compagnie Générale Maritime. Hoje é a quarta maior empresa mundial de seu ramo, navegando por mais de duzentas rotas entre 420 portos em 150 países, entre eles, o de Natal (RN).